Governo discutirá com estados e municípios ações para acelerar obras na saúde


Brasília - O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou hoje (30), depois de reunião com a presidenta Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, que a semana será de reuniões com governadores e secretários de Saúde estaduais e municipais, para que possam discutir a aceleração das obras do setor.

De acordo com Padilha, há 20 mil unidades básicas de Saúde sendo reformadas e ampliadas em todo o país. "A gente quer mais e melhores hospitais para a população", disse ele.

Na última terça-feira (25), a pasta divulgou que até 2015 serão criadas 35 mil vagas para médicos no Sistema Único de Saúde (SUS). O número pode crescer com as verbas aplicadas pelos estados e municípios para ampliar a rede de atendimento. De acordo com Padilha, durante as reuniões da semana os gestores devem entrar em acordo sobre o salário desses profissionais.

Durante a semana passada, houve protestos de médicos em várias cidades do país contra a vinda de profissionais estrangeiros sem a necessidade de revalidação do diploma pelo Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, o Revalida, criado pelo Ministério da Educação e exigido hoje para atuação de médicos que se formaram no exterior.

O ministro ressaltou que, inicialmente, será aberto um edital para médicos brasileiros e que os estrangeiros serão chamados para locais onde os "vazios assistenciais" permanecerem.

Também estiveram na reunião com a presidenta os ministros Paulo Bernardo, das Comunicações, Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Helena Chagas, da Comunicação Social, e Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais.

Fonte: Agencia Brasil
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Lojas Dubelo - Promoção

Lojas Dubelo - Promoção