Lei que proíbe venda de alimentos não saudáveis é aprovada no Senado



Bebidas e comidas com baixo teor nutricional, assim como alimentos com quantidade elevada de açúcar, gordura saturada, gordura trans e sal, podem ter a venda proibida em cantinas instaladas em escolas de ensino básico. A primeira vitória dos adeptos da iniciativa aconteceu nesta quarta-feira (14) no Senado. Para valer como lei, o projeto precisa ainda ser aprovado pelos deputados e pela presidente Dilma Rousseff. A proposta tem sido discutida há quase oito anos e estabelece formas de garantir uma alimentação mais saudável nas escolas. A relatora do projeto, senadora Angela Portela (PT- RR), disse que a medida também vai incluir outros alimentos na lista de restrições pelas autoridades sanitárias. Segundo ela, a legislação em vigor é insuficiente para oferecer uma alimentação adequada nos ambientes escolares. De acordo com especialistas, a lei aprovada pode evitar o aumento da obesidade infantil e das doenças crônicas não transmissíveis, provocadas por alimentação inadequada. Informações de O Globo.
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Lojas Dubelo - Promoção

Lojas Dubelo - Promoção