Siameses de Riacho de Santana se preparam para a separação em Goiânia


Os gêmeos siameses Arthur e Heitor, de 4 anos, se preparam para fazer a cirurgia de separação entre eles. Os meninos moram com a família no município baiano de Riacho de Santana (a 723 quilômetros de Salvador), mas se deslocam com frequência para Goiânia, capital de Goiás, para fazer o tratamento no Hospital Materno Infantil (HMI), referência no acompanhamento de siameses.

Os irmãos se recuperam bem de um procedimento cirúrgico, realizado em 20 de novembro, para colocar expansores de pele neles. Essa é a última fase antes da separação definitiva deles. Os meninos são unidos pelo tórax, abdômen e bacia e têm apenas três pernas e um fígado.

A cicatrização da cirurgia feita nas crianças em novembro dura 30 dias. Depois eles precisam de pelo menos mais dois meses para ação das expansoras. Com isso, o procedimento de separação deve acontecer no início de 2014.

A mãe dos meninos, a professora Eliana Ledo Rocha dos Santos, de 37 anos, procurou o hospital em Goiás antes mesmo dos filhos nascerem, quando descobriu que teria gêmeos siameses e soube do trabalho do médico Zacarias Calil, que trata as crianças.

Ela deixou o emprego para cuidar dos filhos. Com o auxílio da mãe, os garotos já sabem ler e escrever algumas palavras. Apesar das limitações físicas, Eliana conta que os filhos são alegres, brincalhões e gostam de jogar no computador.

Fonte A Tarde On Line | Foto arquivo da família
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Destaque

Paratinga mantêm sina de jogar bem fora de casa, vence LEM por 1 a 0 e lidera grupo 13

Nesta tarde em Luís Eduardo Magalhães, a seleção de Paratinga enfrentou a seleção local. LEM vinha de vitória em casa contra Barreiras ...