Há mais de 10 anos sem se depilar, mulher diz ser sexy

A inglesa Karnamm Kaur, 23 anos, deixa os pelos do rosto, braços e peitos cresceram há 12 anos. A jovem sofre da Síndrome do Ovário Policístico, problema ginecológico que pode causar alterações hormonais, dificuldades para engravidar e até interferir na vida social da mulher.

A decisão de não raspar os pelos, também devido a religião que foi batizada que proíbe as mulheres de retirarem quaisquer pelo do corpo, fez com que Harnamm fosse vítima de bullying na escola a até receber ameaça de morte na internet.

Quando mais nova, Karnamm depilava o rosto duas vezes na semana, descoloria os pelos e os raspava com lâmina. Mas eles continuaram crescendo e a inglesa deixou de sair de casa e até pensou em suicídio. Hoje, a jovem diz se achar mais sexy, feminina e aprendeu a se amar pelo que é.


A jovem que trabalha como assistente de professora em escola primária, disse que a decisão não foi bem vista pelos pais que temem de Harnamm não arrumar casamento. Mesmo assim, ela diz não abrir mão do que acredita, "Jamais retirarei os meus pelos porque Deus me fez assim, e estou feliz com a forma como estou. Agora eu me sinto mais feminina, mais sexy, e acho mesmo que aparento isso também", contou à Barcroft Media.
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Destaque

Paratinga mantêm sina de jogar bem fora de casa, vence LEM por 1 a 0 e lidera grupo 13

Nesta tarde em Luís Eduardo Magalhães, a seleção de Paratinga enfrentou a seleção local. LEM vinha de vitória em casa contra Barreiras ...