Ibotirama: Homem acusado de colocar 31 agulhas em corpo de criança vai a júri popular

Foi determinado que o homem acusado de colocar 31 agulhas no corpo de uma criança, em 2009, vai a júri popular nesta quinta-feira (13). Segundo a TV Bahia, Roberto Carlos Magalhães era padrasto do garoto, que na época tinha 2 anos, e responde por tentativa de homicídio qualificado.

O caso aconteceu na cidade de Ibotirama, Oeste da Bahia, e foi descoberto quando o menino passou por um exame de raio-x por conta de dores misteriosas. A criança chegou a ser socorrida para o Hospital de Barreiras, mas depois foi transferida para o Hospital Ana Nery, em Salvador.

Na unidade, os médicos retiraram 22 das 31 agulhas colocadas no corpo do menino. Duas estavam no coração e mais duas no pulmão.

Ainda segundo a TV Bahia, o padrasto da criança confessou que colocou as agulhas como parte de um ritual de magia negra e teria feito isso para se vingar da mãe da criança. O menino hoje tem 7 anos  e vive uma vida normal. (Correios da Bahia).
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Lojas Dubelo - Promoção

Lojas Dubelo - Promoção