Novos médicos cubanos irão atuar em 112 das 417 cidades da Bahia, quatro deles em Paratinga

Os 230 cubanos do programa Mais Médicos, que desembarcaram em Salvador entre quarta e esta quinta-feira, 06, irão atuar em 112 dos 417 municípios da Bahia, conforme informações da Secretaria estadual de Saúde. As cidades de Jacobina, na região centro-norte, e de Eunápolis, no sul, são as que vão receber o maior número de médicos, no total de 13.

De acordo com a Sesab, parte dos locais contemplados tem médicos do mesmo programa, mas precisa de uma maior quantidade - desde o início do "Mais Médicos", há profissionais em 321 cidades baianas. Na nova lista, há locais como Barreiras, Gandu, Paratinga, Poções, Santo Sé, Serrinha e Ipiaú. Confira a relação.

Até a próxima quarta-feira, 13, os profissionais devem receber informações sobre o sistema de saúde do estado, como também treinamento sobre o quadro epidemiológico local.

Reforço

No dia 1º de dezembro de 2013, 183 médicos chegaram a Salvador para atuar em unidades básicas de saúde pelo programa. O grupo se juntou aos 411 médicos que atuam em 170 municípios da Bahia.

Os médicos, todos cubanos, foram recebidos na Base Área de Salvador pela ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, e outros representantes do governo.

Interior

Os cubanos que atuam na Bahia estão distribuídos nas cidades de Adustina, Araci, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Cansanção, Carinhanha, Central, Cocos, Coronel João Sá, Correntina, Formosa do Rio Preto, Itiúba, Jeremoabo, Macaúbas, Mansidão, Nova Soure, Remanso, Riacho de Santana, Serra Dourada, Sítio do Quinto, Souto Soares e Tucano.

Foram cadastradas 317 das 417 cidades baianas, de acordo com dados informado pelo governo estadual. O número representa 76% do total de cidades. Para o Ministério da Saúde, 264 municípios são considerados prioritários, entre eles, Alagoinhas, Bom Jesus da Lapa, Ilhéus e Lapão. (G1/BA).
Proxima Proxima
Anterior Anterior

Lojas Dubelo - Promoção

Lojas Dubelo - Promoção