Região Oeste da Bahia ganha 90 novos policiais militares


Foram recepcionados e homenageados na manhã desta sexta-feira, 26, mais 90 homens que serão incorporados ao efetivo da Polícia Militar regional, através do curso de Formação de Soldados da PM/2014. Estiveram presentes à cerimônia, o Tenente Coronel Júlio Pinheiro, representando o comandante-geral da PM no Estado, coronel Alfredo Castro; Coronel Anselmo Brandão, comandante do Policiamento Regional Atlântico de Salvador; o Tenente Coronel Salomão, comandante do 4º CPRO; Major Camilo Uzêda, comandante do 10º BPM; autoridades políticas, além de familiares e amigos dos formandos.

Todos acompanharam atentamente as homenagens e sequência de formalidades peculiares, que regem a organização de uma cerimônia oficial militar. Perfilados, os soldados marcharam ao som da orquestra do 4º BEC e realizaram o juramento da corporação em frente ao palco de honra. Ao saírem de forma, os novos soldados lançaram seus quepes ao alto, comemorando a formatura.

Em conversa com a imprensa local, o Ten. Cel. Júlio Pinheiro falou que o Comando Geral da PM baiana tem investido muito na preparação de novos policiais. “A formação è de vital importância para melhorar o atendimento à população baiana. O governo tem investido na valorização dos nossos profissionais, em mais equipamentos, armamentos e viaturas. Estamos aqui pra atender o cidadão nas suas necessidades e demandas”, destaca.

Ainda ressaltou que através de mudanças na Lei de Organização Básica da PMBA (LOB), houve a descentralização dos cursos de formação e alguns batalhões passaram a formar os seus profissionais militares e que o 10º BPM deve se transformar em um batalhão escola. 

“Hoje temos formatura em Salvador, Ilhéus, Teixeira de Freitas e Itaberaba.
São 1349 policiais militares incorporados ao efetivo da Policia Militar da Bahia”.

O major Uzêda afirma que o Comando Regional vai distribuir os formados entre Barreiras e os municípios subordinados ao 4º CPRO, após o período eleitoral.


“Queremos dizer que eles estão conscientes e bem preparados, foram nove meses de cursos práticos e teóricos. A temática é a execução da polícia comunitária. Nós não fazemos a polícia, senão, em conjunto com a comunidade”, disse.

Com a formação em todo o estado, a Bahia ultrapassa o número de 13 mil novos policiais, que vão ampliar o efetivo nas ruas. Além desse grupo aprovado no concurso de 2012, já foram convocados outros 700 policiais para preencher as vagas abertas com aposentadorias, e suprir as necessidades de ampliação do contingente da PM em toda a Bahia. (aloalosalomao.com.br).
Proxima Proxima
Anterior Anterior